sábado, 18 de fevereiro de 2017

Poema | Amor sem liberdade, ruína | Livre

2017
FEV17 Ana Flávia, rompendo seus limites na escrita. 
AUTORA: Ana Flávia. FONTE: Chão de Sonhos.
TRATO: Evaldo Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nossa história agradece as suas colaborações. Continue participando deste trabalho colaborativo.

Capas | Dedicados | RPCD*

2022........................................ ... 21SET Mais uma reunião de poemas, a princípio com 40 páginas, como dedicatórias a figuras d...