Mostrando postagens com marcador História. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador História. Mostrar todas as postagens

domingo, 4 de julho de 2021

Capas | Municípios e Frequesias da Paraíba | EC*

1997...........................................
...
SD Mais uma capa de obra de autor esperancense, desta vez o trabalho organizado e publicado por Antoino Soares e Moacir Germano, resgatando *Epaminondas Câmara.
FONTE: Rau Ferreira. TRATO: Evaldo Brasil.

domingo, 6 de junho de 2021

Capas | Revista da Esperança | 02*

1997........................................
...
MAI97 *Segunda edição da revista que, pretendia-se bimestral, mas as circunstâncias se impuseram, chegando estra três meses depois da primeira.
ACERVO&TRATO: Evaldo Brasil.


CRÉDITOS
MATÉRIA DE CAPA: José Ramalho: Um homem à frente do seu tempo.
Manifesto por uma esperança para Esperança e Melhorando a paisagem urbana.
FOTOGRAFIA: Mércio Esperança e Acervo Antonio Ailson Ramalho.

sábado, 27 de março de 2021

Poema | C49-219 A tragédia do Sítio Velho | Cordel

2021........................................

(Depois de Rau Ferreira, seguindo José Américo)

...
27MAR Um fato contado e recontado, aqui versejado, de uma ocorrência numa comunidade que até o nome mudou.
AUTOR&TRATO: Evaldo Pedro da Costa Brasil.

domingo, 15 de novembro de 2020

Capas | O Martelo da Paraíba | ATT*

2018.........................................
...
SD *A Tragédia de Tracunhaém, em pesquise do esperancense...
FONTE: Amazom.com. TRATO: Evaldo Brasil.
2020.........................................
...
SD ... Wellington Pereira, e-book disponível em site especializado.
FONTE: Amazom.com. TRATO: Evaldo Brasil.

domingo, 6 de setembro de 2020

Capas | João Benedito | OCE*

2011.........................................
...
SD A capa sob um padrão que vinha sendo usado para cordéis, aproveitado para *o cantador de Esperança.
FONTE: Livrozilla.com TRATO: Evaldo Brasil.

domingo, 16 de agosto de 2020

Capas | Cel. Elísio Sobreira | DHP*

2010.......................................
...
SET10 Biografia do esperancense de destaque na história do Estado, pela sua atuação militar, escrita pelo conterrâneo também militar Inácio Gonçalves de Souza.
CAPA: Marilda Coelho. TRATO: Evaldo Brasil.

SAIBA MAIS:

domingo, 19 de julho de 2020

Capas | Subsídios Históricos | PSBC*

SD.........................................
...
SD Mais um trabalho do historiador mais ativo de Esperança/PB. Subsídios históricos da *Paróquia Nsa. Sra. do Bom Conselho.
FONTE: Acervo do autor. TRATO: Evaldo Brasil.

domingo, 28 de janeiro de 2018

Registro | Acervo Barbosa | VVPL*

2016........................................

24FEV Equipe do *Jornal A Cidade Esperança visita o acervo de Antonio Barbosa para reportagem de rádio. Na saída, registra “local onde ele guarda mais de 80 rádios, livros, revistas e grande parte da riqueza cultural de Esperança. Quer conhecer? Marque sua visita! Rua: Antenor Navarro, 584 (Rua de Areia). Neste vídeo você conhecerá apenas a garagem onde alguns desses objetos são guardados! Vale a pena conferir”
FONTE: Jornal A Cidade Esperança, perfil no Facebook. TRATO: Evaldo Brasil.
2018........................................
...
27JAN Em visita ao amigo e seu acervo, Vitoriarégia conversa sobre Jacinto Barbosa, em registro póstumo que Seu Antonio apresenta aos visitantes, como homenagem ao jornalista esperancense.
FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...............................................
...
27JAN A herdeira do feitio do "Jornal Gilete" conversa com Barbosa sobre "O Telestar" jornal semelhante ao dela, no caráter "humorístico e mentiroso".
FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...............................................

27JAN *Vitóriarégia Coelho visita Antonio Barbosa e família para registro em seu livro "Uma Colecionadora de Memória".
IMAGENS&TRATO: e-Brasil Reggaval.
................................................
...
SD Reprodução de uma das incontáveis fotografias ampliadas, molduradas e afixadas pelas paredes da casa de Antonio Barbosa. Quem são, quando estão, em que lugar da cidade, para quê?
REPRODUÇÃO: Evaldo Brasil.
................................................
...
27JAN Nenhum espaço fica ocioso e, neste caso, uma das paixões do memorialista, por forço da sua profissão...
FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...............................................
...
27JAN ...Assim como a janela, pequeno corredor também aproveitado como espaço de exposição.
FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Movimento | Esperança caminha para instalação do seu instituto histórico e geográfico | IHGE

2017........................................
...
14DEZ Treze cabeças em torno de uma ideia: Instalar o IHGE para resgate, arquivo, registro, preservação e entrega dos conteúdos de nossa história e de nossa gente ao porvir.
FONTE: Acervo IHGE. TRATO: Evaldo Brasil.

Esperança caminha para instalação do seu instituto histórico e geográfico


Em reunião deliberativa autoridades, intelectuais, poetas, acadêmicos e algumas das principais instituições ligadas à história e à cultura de Campina Grande, Esperança, e região estiveram em reunião, na tarde de quinta-feira (14/12), no Centro Cultural e Biblioteca “Dr. Silvino Olavo”, em torno do ideal da fundação do Instituto Histórico e Geográfico de Esperança/IHGE.

A ideia que surgiu em 2014, volta a ser discutida pela sociedade esperancense, na perspectiva de resgate da memória local, com o apoio dos Institutos Paraibano, Campinense e de Serra Branca (IHGP, IHCG e IHGSB),  Nuphel – Núcleo de Pesquisa e História Local/UEPB, Fórum Independente de Cultura de Esperança (FIC) e da Sociedade Parahybana de Arqueologia (SPA).

Participaram ainda o Secretário de Educação do Município, pastor Michael Lopes; o Diretor do Departamento de Cultura, Professor André Oliveira; além dos confrades Ismael Felipe, Professor José Cícero do Bu, Gustavo Tavares, Joana D’arc, José Edmilson Rodrigues e Vanderley de Brito.

Dentro dos assuntos tratados, a importância de uma casa de memória, os passos para a formalização e sua importância para a posteridade.

Foi deliberado no sentido de nos reunirmos com o gestor municipal para apresentar um projeto, em vista da alocação do instituto na guarda da memória do nosso povo e da nossa terra; convite àqueles que participaram da primeira reunião, extensivo a outras personalidades; audiência pública na Câmara Municipal para informação a sociedade, com formalização do IHGE; elaborando-se, até lá os seus estatutos.

O próximo encontro será realizado no dia 08 de fevereiro de 2018, pelas 14 horas, no mesmo local. Agende-se!

Rau Ferreira/Evaldo Brasil
................................................
...
15DEZ Numa reflexão carinhosa, blogueira esperancense comenta a luta pela instalação do IHGE.
FONTE: O Mundo e suas voltas, blogue. TEXTO: Ana Débora Mascarenhas. TRATO: Evaldo Brasil.

sábado, 20 de junho de 2015

Logradouros | Av. Manoel Rodrigues | AEP*

ATUALIZAÇÕES 2021

Anos 40.................................
...
SD A avenida serve de palco para os eventos religiosos. 
FONTE: JanilsonElaine, via Facebook. TRATO: Evaldo Brasil. 
1940......................................
...
01SET A avenida serve também de palco para os eventos políticos, como a posse de Sebastião Duarte, interventor.  
ACERVO: Família Andrade, via EPBTM. TRATO: Evaldo Brasil. 
2005......................................
...
01DEZ Cartão Postal da série 80 Anos de Esperança, frente. 
EDIÇÃO: masBrasil. ACERVO: Evaldo Brasil. 
..............................................
...
01DEZ Verso de Cartão Postal da série 80 Anos de Esperança, verso. 
EDIÇÃO: masBrasil. ACERVO: Evaldo Brasil. 
1975......................................
...
01DEZ Desfile comemorativo do Cinquentenário de Emancipação Política da cidade. 
ACERVO: Socorro Acioli. TRATO: Evaldo Brasil. 
SD........................................
...
SD Jailson Andrade, com os filhos, diante da Matriz, registra a avenida de bandeirolas. 
ACERVO: Jailson Andrade. TRATO: Evaldo Brasil. 
2012......................................
...
ABR12 Em um possível sábado de feira, com o movimento típico de visitantes esperando transporte para voltar pra casa. 
ACERVO: Jailson Andrade. TRATO: Evaldo Brasil. 
2015......................................
...
07SET Na manhã fria do feriado, vista de dentro da Igreja Matriz Católica... 
FOTO&TRATO: Evaldo Brasil. 
..............................................
...
07SET ...E vista de fora, destacando os prédios do sítio arquitetônico. 
FOTO&TRATO: Evaldo Brasil. 
2017......................................
...
15MAR Cenário das mobilizações sociais, aqui contra a reforma da Previdência. 
FOTO: Marinalva Bezerra. TRATO: Evaldo Brasil.
2020......................................
...
15FEV Cenário da passagem das Ala-ursas... 
FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
..............................................
...
07SET ...E em um dia sem desfile cívico, por conta da pandemia. 
FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.

sábado, 13 de junho de 2015

Logradouros | Rua do Boi (1) | VSPM*

ATUALIZAÇÕES 2021

1935.........................................
...
SD Antiga Rua Centenário, onde os currais dariam origem ao nome popular que persiste. 
FOTO: João G. Guimarães. ACERVO: Pedro Gazeano. 
FONTE: JanilsonElaine, via Facebook. TRATO: Evaldo Brasil. 
................................................
...
SD Verso da foto que, à época se fazia Cartão Postal. Como se vê, passou por pelo menos uma mão antes de ser preservado por Seu Pedro Gazeano. 
FOTO: João G. Guimarães. ACERVO: Pedro Gazeano. TRATO: Evaldo Brasil. 
2012........................................
...
FEV12 Permanência de algumas edificações de traço arredondado. 
FONTE Google Street View. TRATO: Evaldo Brasil. 
2013........................................
...
14MAR13 Rua Senador Epitácio Pessoa nas chuvas de março. 
FOTO&ACERVO: Jean Andrade. TRATO: Evaldo Brasil. 
2016..........................................
...
08AGO Já não tão afetada pelas chuvas.
FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
2018..........................................
...
DEZ18 O recorte possível no segundo ano do Google pela cidade. 
FONTE Google Street View. TRATO: Evaldo Brasil. 
2020..........................................
...
12JAN Um registro nas caminhadas de fim de tarde. 
FOTO&TRATO: Evaldo Brasil. 
2021..........................................
...
01MAI *Vista no sentido Posto de Combustíveis - Matriz.
FOTO: Adriano Cabeção. FONTE: Banda Marcial, via WhatsApp. TRATO: Evaldo Brasil.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Biografia | Seu Titico Centenário | OEE*

1963........................................
2005........................................

Orgulho e exemplo de esperancense


Por Evaldo Brasil - Aos 18 de novembro (de 2005), se estivesse entre nós, Francisco Celestino da Silva, Seu Titico, faria 100 anos. Na última das quatro edições da Revista da Esperança, que publicamos em 97, Seu Titico foi homenageado em matéria de capa titulada “Um genial e carismático Professor Pardal”. A alusão ao personagem dos gibis de Walt Disney refletia a nossa infância, quando passávamos diante da garagem (laboratório) da Solon de Lucena, onde, sempre se encontrava Seu Titico, consertando, experimentando, criando alguma coisa; estimulando nossa imaginação.

Titico, como a mãe, dona Ana Maria de Jesus, chamava o menino Francisco, assistia o pai Joaquim consertando instrumentos musicais. Aos cinco tocava seu primeiro instrumento. De tão pequeno, viam-se mãos, harmônio e pés. Mas brincava de pião, de castanha e soltava coruja.

Sanfona, violino, violão e o seu “buzinofone” eram tocados por Titico, seja nas serestas do “Lira de Ouro”, em missas, casamentos e no Cine São Francisco. Como aprendeu tudo isso? Foi autodidata, tendo recebido o estímulo de Padre Zé Borges para aprender as letras. Ao ensinar algo era comparado a um professor, pela riqueza de detalhes. Que seria seu Lampadinha, senão a convivência e a curiosidade?!

Como os gênios do Renascimento, Titico Celestino fez de tudo um pouco. Aos 13 anos construiu um carro de madeira. Era carpinteiro, marceneiro, pintor e eletricista. Consertou armas, foi ourives, relojoeiro, Depois de um acidente em passeio ao então distrito de Areal, transforma um Chevrolet 28 em caminhonete. Consertou o primeiro rádio que chegou a cidade e muitos outros depois. Não dava para esperar um técnico, a época.

Católico, na década de 50 integrava a Escola Cantório Sagrado Coração, com Hilda Batista. Dirigiu o coro da matriz de Nossa Senhora do Bom Conselho e compôs de sambas a valsas. Orador, ele foi um dos fundadores do antigo “Esperança Club” e do Centro Social Lítero-Recreativo, que se tornaria Centro Artístico-Operário e Beneficente de Esperança (CAOBE), chegando a ser vice-prefeito de Joaquim Virgolino (55 a 59).

Vaidoso, sempre gostou de perfumes fortes e brilhantina Superfix. O chapéu de palha dura, a bengala e o par de óculos, à moda da elite econômica e cultural com quem convivia, era seu traje típico, incluindo terno completo.

Casado com Juliana Taveira desde 29, conhecida como “mãe da pobreza”, eles receberam em sua residência todas as camadas sociais, destacando-se os padres amigos Palmeira e Borges, mas também os foliões da cidade, que chegaram a tomar mais de 100 litros de licor no Carnaval 73.

Em 1974 alunos do professor Nino Pereira fazem a primeira biografia de Seu Titico. 11 anos depois, nas comemorações dos 60 anos da Cidade, um tabloide comemorativo traz homenagem titulada “Titico: Um sorridente e feliz cidadão esperancense”. Em 94, depois de nos deixar naquele janeiro último, a família recebe a biografia feita pelos estudantes e, o jornal O Norte publica “Coisas da minha terra: música, alegria e luz”, dando a Paraíba o conhecimento sobre Seu Titico, através das palavras de Mª Violeta Pessoa. Aos 70 anos de Esperança, 1995, o mensário Novo Tempo registra homenagem a Seu Titico com uma caricatura legendada.

Relendo a publicação da Revista da Esperança para sintetizar aqui parte da vida deste esperancense centenário, não poderia deixar de terminar com a lembrança do cinema como cine-teatro, palco de shows de artistas nacionais e das apresentações dos grupos de teatro escolar e amadores que tivemos, bem como de citar Seu Titico como um exemplo a ser utilizado por professores e pais para os filhos e estudantes.

Como se não bastasse tudo que já foi dito, os 60 anos do presépio que manteve na sala da casa, há 15 sem ser desmontado, é uma herança para toda a nossa comunidade que, hoje, vive os 80 anos de emancipação política.

Contar um pouco da vida de Titico Celestino é contar muito da história de Esperança. Ler algo mais talvez seja interessante. Porisso sugiro o Livro do Município (Livro 6, Mobral, set 1985), Esperança e Sua Gente (Inácio Gonçalves, 1994), 50 Anos de Futebol Etc. (Francisco Cláudio, 1994) e a Revista da Esperança (4ª Edição, out-dez 1997).
Original de 2005, pela passagem dos 80 anos de Esperança. Leia também C49-184|A-2 Titico Celestino: O genial e carismático Professor Pardal

domingo, 8 de dezembro de 2013

Capas | Boletim Virtual | BV013

Lautriv Mitelob Boletim Virtual

2013.........................................
...
15DEZ Capa interna, depois de substituída pela capa abaixo, após o link para leitura virtual.
EDITORES: Evaldo Brasil & Rau Ferreira.
...............................................
...
15DEZ Nova capa, de fim de ano, por sugestão de Rau Ferreira. 
EDITORES: Evaldo Brasil & Rau Ferreira.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Evaldo Brasil 2012: Manifesto Memorialista I

PIC 80.300 Partido da Identidade Cultural. Vem com a gente! Porque isso é tudo folk lore.
Um novo partido está sendo gerado, o Partido da Identidade Cultural/PIC. Seu ideário parte de um único objetivo: fazer valer a nossa identidade cultural. Seu slogan convida a todos para seguir juntos na caminhada: “Vem com a gente!”; seu lema “porque isso tudo é folk lore”, regurgita um das marcas da imposição cultural norte-americana no mundo “That’s all folks!” impregnado nas mentes das crianças ao assistirem desenho animado como Perna-longa e Patolino.
Pode até parecer piada, mas propõe a valorização da cultura do povo (folk lore =folclore), se contrapondo a cultura alienígena tão bem confrontada por Ariano Suassuna (O Auto da Compadecida).
A identidade cultural de um povo é o seu maior patrimônio. Nós, ocidentais, estamos longe, mas muito longe do que caracteriza, porexemplo, a China e a Índia. Do ponto de vista local, já foi dito que, para ser universal basta ser local, daí, se acolhemos modos e hábitos de fora e apagamos nossa memória, o que nos resta? Cópias mal acabadas sem raiz e sem nariz. Não temos alicerces nem cacife suficiente para superar o original. Vamos pensar nisso! Venha pro PIC! Vote 80.300!

domingo, 3 de fevereiro de 2008

Poema | Andança Para Onde Não Sei | Livre

ATUALIZAÇÃO 2021

2005........................................
...
SD A cada reforma, um pedaço da história se vai...
FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
................................................
...
23FEV ... A cada poema, um pouco da indignação se esvai.
FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.

Vídeo | Dobrado 220 | FLMO*

SD........................................... SD Durante apresentação da antiga *Filarmônica 1º de Dezembro, atualmente "Luiz Martins d...