Mostrando postagens com marcador Elísio Sobreira. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Elísio Sobreira. Mostrar todas as postagens

domingo, 16 de agosto de 2020

Capas | Cel. Elísio Sobreira | DHP*

2010......................................
...
SET10 Biografia do esperancense de destaque na história do Estado, pela sua atuação militar, escrita pelo conterrâneo também militar Inácio Gonçalves de Souza.
CAPA: Marilda Coelho. TRATO: Evaldo Brasil.

sábado, 8 de agosto de 2020

Logradouros | Esquina 13 Elysio | PAN*

2012......................................
...
FEV12 Registro da primeira passagem do Google pela cidade, em recorte *panorâmico.
FONTE: Google Street View. TRATO: Evaldo Brasil
2018......................................
..
DEZ18 Registro da segundo passagem do Google pela cidade, novo recorte 
FONTE: Google Street View. TRATO: Evaldo Brasil

terça-feira, 30 de junho de 2020

Arquitetura | Casinha Antiga na Elísio Sobreira | CN179*

2012....................................
...
FEV12 Flagrante do carrinho do Google na primeira passagem por Esperança, a *casinha nº 179 e sua dona na porta.
FONTE: Google Street View. TRATO: Evaldo Brasil.

...

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Especial | Sarau Inaugural da Quero Mais | FIC

2016
10NOV16 Último sarau do ano do Fórum Independente de Cultura/FIC, que acontece em mais uma parceria com a AAQM. BANNER: Evaldo Brasil.
...
20NOV16 Primeiras presenças do Sarau Inaugural da AAQM, em parceria com o FIC. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
ATA REGISTRO
Lista de presença do Sarau Inaugural, realizado pela parceria FIC/AAQM, na inauguração da sede própria da Associação Afro-cultural Quero Mais, aos 20 de novembro de 2016. Fórum Independente de Cultura. Após a última das assinaturas, faremos o devido registro. (Ass)

Pelas 15h30, como agendado, fez-se fotografia registrando as primeiras presenças (acima), destacando a fachada da sede própria da Associação Afro-cultural Quero Mais/AAQM. O livro de atas circulou, coletando as assinaturas dos presentes. Evaldo Brasil e Antonio Marcos Viturino de Souza, pelo FIC e pela AAQM, respectivamente, montaram e anunciaram o roteiro da tarde.

Evaldo Brasil, atuando como mestre de (sem) cerimônia fez a fala inicial, explicando o funcionamento do Sarau; Marquinho Pintor fez pequeno histórico da Quero Mais e convidou a todos a serem parceiros nessa empreitada, informando do início das oficinas de confecção de Ala-ursas, a partir de dezembro, considerando a iminência do Carnaval, um dos momentos mais intensos da entidade.

A primeira apresentação se deu pelas meninas do grupo de dança da AAQM, que fizeram dois números, incluindo “Paraíba, Joia Rara”, de Ton Olivieira; Evaldo Brasil apresentou seu primeiro cordel (C49-001) “Se essa rua fosse minha”. Enquanto isso, a professora Enilda Marcelino e alunas da EMEF Dom Manoel Palmeira, finalizavam e apresentaram uma reflexão e o poema “Consciência Negra” através de Thalya Eslene Guedes Costa (6º Ano). Delas ficaram trabalhos em mosaico, expostos junto ao acervo da Quero Mais.

Brasil convoca os que não assinaram a Lista de Presença/Livro de Ata para fazê-lo, lembrando que fazer as coisas sem documentar é o mesmo que não fazer; dizendo em seguida um poema “Afro-desejo” do esperancense Egberto Vital (Sinestesia, AgBook, 2011).

Pai Fernando de Logun Edé, representante do Candomblé, é convidado e fala sobre intolerância religiosa, historiando a sua tradição, distinguindo de assemelhados, a exemplo da Jurema e da Umbanda; desmistificando expressões e atribuições que refletem um quadro de ignorância que vem diminuindo, mas ainda existe.

Brasil, enquanto se definia a próxima fala, apresenta Silvino Olavo, com o poema “Alegria Interior”; convoca Mãe Ana da Oxum, representante local do Candomblé, que tratou dos momentos de preconceito e discriminação que já sofrera. Porém, como resume sua prática religiosa enquanto um culto ao Amor, sendo muito feliz por isso, recomenda que todos persigam a felicidade, cultuando o amor, independente da religião que professem.

Marriet Delon, também ligada ao candomblé, se colocou como representante do movimento LGBT. Homenageando Elsa Soares, em sua caracterização, apontou que o preconceito mata mais que qualquer doença. E convocou as meninas, a partir da organização dela na Quero Mais, a participarem de futuro concurso Garota Quero Mais.

Beilza Pessoa, por sua vez, faz depoimento quanto à importância do espaço que se abre para a comunidade com a inauguração da AAQM, estimula as meninas do grupo de dança ao parabeniza-las e remete às escolhas, evitando a exposição do corpo e estímulo precoce da sexualidade.

Severino do Ramo, percussionista, se despede por ter que estar em Campina Grande ainda na noite do domingo, sugerindo agendar na UEPB cursos de dança e instrumentos de sopro, cujas inscrições estão abertas até dezembro, e que a iniciativa local será acolhida pela universidade gratuitamente.

Thallys Araújo, membro da iniciativa Quero Mais, apresenta material sobre a primeira juíza negra do Brasil, Luislinda Valois, como exemplo para ele. Ela resolveu ser juíza quando recomendaram que fosse ser cozinheira, pra preparar feijoada pra branco. Ele, que hoje trabalha para um escritório de advocacia, quer seguir a carreira dos patrões e estuda para isso. Em seguida, cantou uma ladainha de capoeira.

Para encerrar o sarau, as meninas da Quero Mais se dividiram em três subgrupos e fizeram apresentações competitivas: Patricinhas, Campeletes e Princesinhas, ganhando este último, sob o julgamento de sete jurados, por voto simples da que acharam melhor.


Pelas 17h30, como previsto, foi dado por encerrado o Sarau Inaugural, quando fora feita uma segunda foto oficial (abaixo), fixando a presença dos que assim quiseram. Nada mais havendo a registrar, eu Evaldo Pedro da Costa Brasil, finalizo esta. Esperança/PB, em 20 de novembro de 2016.

...
20NOV16 Últimas presenças, dos que quisera fixar o registro. FOTO: Beatriz dos Santos Silva. TRATO: Evaldo Brasil.

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Arquitetura | Do SESP ao Batalhão | ASAB*

1956.......................................
...
SD Servidoras do *antigo SESP, quando funcionava no atual Batalhão, onde também funcionou a Biblioteca Municipal. 
FONTE: Cida Galdino, via Facebook. TRATO: Evaldo Brasil. 
2010.......................................
...
22OUT Novos servidoras no prédio reformado para abrigar o 10º Batalhão da PM. 
FONTE: Site do Governo do Estado da Paraíba. TRATO: Evaldo Brasil. 
...............................................
...
01DEZ Registro do prédio onde também funcionou o "Centro Cultural e Biblioteca Dr. Silvino Olavo da Costa". FOTO&TRATO: Evaldo Brasil. 

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Arquitetura | Casa de Dona Rosa | PMES*

2012
FEV12 Na esquina das ruas *Prudente de Morais com Elísio Sobreira, a casa de Dona Rosa, onde nas antigas funcionou uma marcenaria. FONTE: Google Street View. TRATO: Evaldo Brasil.
2016
23JUN16 Três árvores fazem da casa um exemplo pra toda a cidade. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.

domingo, 26 de junho de 2016

Arquitetura | Casario da Elísio | PAN

2012
FEV12 Junto a Praça José Pessoa Filho, início da Rua Elísio Sobreira, o aspecto *panorâmico de seu casario em 2012. FONTE: Google Street View. TRATO: Evaldo Brasil.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Arquitetura | Quero Mais | AAQM*

2010
25OUT10 Quando o Mestre Brincante Marquinho Pintor cedia sua casa para as ações da Quero Mais. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
2012
FEV12 Assim se encontrava a garagem depósito público, hoje cedido em comodato à *Associação Afro-cultural Quero Mais. FONTE: Google Street View. TRATO: Evaldo Brasil.
2016
06JAN16 Começa a ganhar os contornos do planejado falso antigo. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
07JAN16 Com a mão na massa, Marquinho Pintor concretizando o sonho. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
09JAN16 Pausa para se dedicar ao Carnaval, momento mais popular da Quero Mais. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
26JAN16 A cada dia um novo detalhe, aos poucos tomando feição. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
19FEV16 Pequena pausa para o Carnval e os trabalhos são retomados. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
23FEV16 Com as molduras, começa a se firmar a ideia do falso antigo para reverenciar o passado da cidade. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
27FEV16 Duas pinhas na platibanda ornamentam a sede da Quero Mais, paulatinamente tomando forma. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
29FEV16 As cores da Quero Mais começam a fixar a identidade de luta. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
01MAR16 Os detalhes do falso antigo na Quero Mais começam a fixar a identidade de valor. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
02MAR16 As janelas em verde da Quero Mais representam a esperança. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
06MAI16 A Quero Mais com sua frente concluída, em vias de inauguração. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
30MAI16 A Quero Mais numa vista noturna, sob iluminação artificial. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
14AGO16 A fachada recebe letreiro e logo, destacando as cores do movimento pan-africano e as bandeiras municipal, estadual e nacional. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
...
20NOV16 A Quero Mais, no Dia Nacional da Consciência Negra, quando da inauguração. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.

sábado, 24 de outubro de 2015

Arquitetura | Esquina de Mário Rock | PMES*

2012
FEV12 *Esquina das ruas Prudente de Morais e Elísio Sobreira, no início das obras de Mário Rock Bar. FONTE Google Street View Lite. TRATO: Evaldo Brasil.
FEV12 Recorte com inclinação, apontando para o alto. FONTE Google Street View. TRATO: Evaldo Brasil.
2015
24OUT15 Assim estava nessa data e a obra continua. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.
2016
23JAN16 ...E tendo que refazer detalhes. FOTO&TRATO: Evaldo Brasil.


Humor | Comissão em Boqueirão | MTIA*

2020........................................ ... SD Furando a pandemia, uma comissão de representantes do grupo esteve em Boqueirão, conferi...